Envie-nos um e-mail

China lança 3 ° orbitador para o sistema indígena Beidou

Jan 08, 2016

A China deu um passo à frente em sua ambição de construir uma rede de navegação global independente, capaz de rivalizar com sistemas congenéricos estrangeiros com o lançamento bem-sucedido de um novo orbitador ao espaço na manhã de domingo.


Impulsionado por um foguete porta-Long-March-3III em uma órbita geoestacionária do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang, foi o terceiro orbitador que a China lançou para a rede, também conhecida como Beidou, ou sistema COMPASS.


Ele se juntará a outros dois já em órbitas para formar uma rede que terá um total de 35 satélites, capazes de fornecer serviço de navegação global para usuários em todo o mundo por volta de 2020.


O novo orbitador e o foguete foram pesquisados e desenvolvidos pela Chinese Aerospace Science and Technology Corporation e pela Chinese Academy of Carrier Rocket Technology, respectivamente.


A rede terá cinco satélites em órbita geoestacionária e outros 30 em órbitas não geoestacionárias, de acordo com um plano para o sistema COMPASS.


De acordo com o plano, o sistema fornecerá primeiro serviços de navegação, sinal de tempo e mensagens curtas na região da Ásia e do Pacífico por volta de 2012.


O sistema COMPASS fornecerá serviços abertos e autorizados, de acordo com o centro de projetos de navegação por satélite da China.

O serviço aberto será gratuito para os usuários do sistema dentro da área de serviço com uma resolução de 10 metros para posicionamento, uma precisão de 10 nanossegundos para sinal de tempo e uma precisão de 0,2 metro por segundo para medição de velocidade.


O serviço autorizado fornecerá serviços mais precisos para usuários autorizados.


A China começou a construir seu próprio sistema de navegação por satélite para quebrar sua dependência do Sistema de Posicionamento Global (GPS) dos EUA em 2000, quando enviou dois orbitadores como um sistema de posicionamento experimental de satélite duplo, conhecido como o sistema Beidou.


O sistema Beidou, a rede de posicionamento e navegação por satélite de primeira geração da China, tornou o país o terceiro no mundo, depois dos EUA e da Rússia, a ter um sistema de navegação por satélite independente.


O sistema Beidou original fornece serviço regional para telecomunicações, transporte e socorro em desastres dentro do país, e desempenhou papéis importantes, especialmente nas Olimpíadas de Pequim e no trabalho de socorro para o terremoto de Wenchuan de magnitude 8,0 em maio de 2008.


O país começou a atualizar o Beidou para o sistema de segunda geração, lançando dois novos orbitadores no espaço em 2007 e 2009, respectivamente.


Uma declaração do escritório de gerenciamento especial do sistema COMPASS disse que a China tornará seu próprio sistema de navegação global compatível e interoperável com outros concorrentes internacionais, incluindo o sistema GPS dos EUA, sistema de Posicionamento Galileo da UE e Sistema Global de Navegação por Satélite da Rússia (GLONASS).


A compatibilidade e a interoperabilidade, no âmbito do Comité Internacional dos Sistemas Globais de Navegação por Satélite (ICG) e da União Internacional de Telecomunicações (UIT), fará com que todos os usuários se beneficiem do progresso do desenvolvimento da navegação por satélite, disse.


A China está disposta a cooperar com outros países para melhorar a compatibilidade e interoperabilidade do sistema COMPASS com outros sistemas de navegação por satélite e promover uma aplicação completa dos serviços do sistema, disse o comunicado.


Sun Jiadong, um acadêmico da Academia Chinesa de Ciências e designer-chefe do sistema COMPASS, disse à Xinhua após o lançamento do terceiro orbitador que o sistema desempenharia um papel importante no fornecimento de serviços para segurança nacional, meio ambiente, tráfego, logística e outras atividades econômicas.


"Não há nada que não possa ser realizado pelo sistema COMPASS", disse Sun, de 80 anos, no centro de lançamento, que foi coroado o maior prêmio de ciência e tecnologia da China pelo presidente Hu Jintao na semana passada.


O sistema experimental Beidou com dois satélites em órbita geoestacionária concluído em 2000 foi o primeiro estágio bem-sucedido que ajudou os cientistas chineses a ganhar muita experiência na construção do sistema COMPASS, disse Sun.


Segundo ele, o plano para construir o próprio sistema global de navegação por satélite da China em três estágios foi iniciado nas décadas de 1980 e 1990.


"O lançamento bem-sucedido do terceiro orbitador do sistema COMPASS hoje marcou um passo substancial para o sistema funcionar na região da Ásia-Pacífico até 2012 como o segundo estágio", disse ele.


Com uma aplicação promissora em atividades sociais e econômicas, o sistema COMPASS também impulsionará o desenvolvimento da tecnologia da informação da China, disse o designer-chefe.


"Em alguns anos, as pessoas encontrariam alguns nA aplicação do sistema COMPASS que eles nunca imaginaram antes."


Com o progresso constante para adicionar satélites de lançamento ao espaço, o desenvolvimento de instalações e equipamentos de apoio baseados em solo para explorar a aplicação do sistema é comparativamente limitado e deve ser considerado prioritário, disse o especialista em espaço.


A aplicação civil do sistema GPS dos EUA na China é limitada. Apenas algumas empresas vendem mapas GPS para dispositivos portáteis ou montados em veículos de posicionamento e navegação.


A Sun propôs que o governo emitisse regulamentos e políticas para encorajar mais empresas chinesas a participarem do desenvolvimento da cadeia de aplicativos do sistema, a fim de aproveitar ao máximo esses satélites.

Produtos GNSS relacionados
Notícias GNSS relacionadas
China lança 11 ° satélite Compass/BeiDou-2
China lança 11 ° satélite Compass/BeiDou-2
A China lançou com sucesso um satélite ao espaço às 00h12, horário de Pequim, em 25 de fevereiro (24 de fevereiro, 16:12 UTC/GMT), o 11 ° Beidou de segunda geração do país, ou Compass, sistema GNSS. O...
01/08/2016
Os produtos da Unicore não serão afetados pela rolagem do número da semana do GPS
Os produtos da Unicore não serão afetados pela rolagem do número da semana do GPS
O GPS Week Number Rollover é um aviso importante, mas de rotina, emitido pelo Civil GPS Service Interface Committee (CGSIC), com o qual os usuários não devem se preocupar ou se preocupar. Como um profissional GNSS produtos...
02/22/2019
UM220, primeiro módulo de navegação de sistema duplo BDS/GPS para entrar no mercado OEM de Dongfeng Nissan
UM220, primeiro módulo de navegação de sistema duplo BDS/GPS para entrar no mercado OEM de Dongfeng Nissan
Os primeiros carros de passageiros produzidos em massa do mundo listaram oficialmente a Beidou Navigation EditionThree anos, enquanto o "grind" Kai Chen milhões de unidades fora da indústria de escrita de velocidade da linha de montagem L...
05/13/2015
CONTATO
Inscrever-se
Inscreva-se para obter atualizações de notícias de nós